QUAL O SEU REAL
PERFIL DE
INVESTIDOR

QUAL O SEU REAL
PERFIL DE
INVESTIDOR

Faça o teste gratuito e invista com a gente

Como sair das dívidas e começar a investir?

Veja algumas dicas para sair das dívidas e começar a investir seu dinheiro para garantir um futuro financeiro próspero

Para aqueles com dinheiro extra em mãos, pode ser difícil decidir se deve aplicar esse recurso para sair das dívidas ou investir. Ambos são atividades admiráveis e aspectos necessários da responsabilidade financeira.

Pagar sua dívida significa reduzir o estresse, diminuir os riscos e aumentar a capacidade de resistir a emergências pessoais, recessões e depressões. Investir significa construir uma reserva que possa proteger você e sua família, fornecer uma renda passiva e permitir que você se aposente com conforto.

Uma das maiores decisões que você enfrentará ao começar a investir é se deve ou não pagar a dívida primeiro. A “cartilha de boas práticas” do mundo financeiro sugere que você foque seus esforços na quitação dos seus débitos antes de começar a aplicar seu dinheiro.

Então aproveite para conhecer algumas dicas para sair das dívidas e começar a investir com tranquilidade!

O que fazer com sua dívida atual?

Infelizmente, para saldar as dívidas pode haver trabalho árduo e sofrimento. Não importa o tipo de conta que você tenha, pagá-la pode levar anos ou mesmo décadas para sair dessa situação.

Felizmente, existem algumas estratégias que podem tornar o pagamento de dívidas mais rápido e muito menos doloroso. Se você está pronto para sair das dívidas e economizar dinheiro para investir, considere estes métodos testados e comprovados.

Eles o ajudarão a se livrar de dívidas paralisantes e a conquistar seus sonhos mais loucos, enquanto o deixam com mais dinheiro para investir.

Agora, vamos analisar isso e ver como você pode aplicar esses hacks à sua dívida.

Divida o saldo da sua dívida em valores administráveis

Um grande saldo de débitos pode ser intimidante de imaginar. Em vez disso, divida o valor da sua dívida em pedaços menores.

Dessa forma, o processo de quitação fica mais administrável em valores menores.

É assustador imaginar que deva pagar R$ 15.000 em dívidas de cartão de crédito, por exemplo. Em vez disso, pense em dever três partes diferentes de R$ 5.000 cada.

Você pode estar pensando – “mas isso não muda a matemática do que devo.”

Embora isso realmente seja verdade, dividir pode ser uma abordagem mais fácil para avançar. As pequenas vitórias aumentarão sua confiança.

Pague as dívidas com a taxa de juros mais alta

Um débito com uma alta taxa de juros significa que você está pagando a maior quantia em juros em comparação com o saldo principal.

Concentre-se na redução do saldo principal para limitar os juros acumulados.

Depois de pagar, passe para aquele com a próxima taxa de juros mais alta (e assim por diante).

Consolide suas dívidas e diminua as taxas de juros

Por exemplo, você pode consolidar sua dívida de cartão de crédito em um empréstimo pessoal. A taxa de juros será menor que a taxa de juros atual do cartão de crédito.

Suponha que você tenha uma dívida de cartão de crédito de R$ 10.000 a uma taxa de juros de 15%. Se você consolidar isso com um empréstimo pessoal com taxa de juros de 7% com duração de 3 anos, você economiza e salda sua dívida de cartão de crédito mais cedo.

O empréstimo pessoal é uma excelente estratégia para economizar nas despesas com juros.

Lembre-se sempre de fazer, pelo menos, o pagamento mínimo em todos os seus cartões de crédito para evitar multas e taxas adicionais.

Como juntar dinheiro mais rápido para sair das dívidas?

Saber como administrar seus débitos não é a única forma de sair das dívidas. Você ainda pode contar com uma série de recursos que vão aumentar seu fluxo de caixa e ajudá-lo a sair do vermelho.

Abaixo estão algumas sugestões do que você pode fazer.

Comece um negócio paralelo

Começar seu próprio negócio nunca foi tão fácil! Você tem jeito para fazer coisas? Venda seus produtos online. Você é um amante dos animais? Comece a passear com o cachorro ou cuidar de animais. Você tem um bom olho e uma boa câmera? Comece a convidar clientes para sessões de fotos.

Consiga um emprego de meio período

Não quer começar seu próprio negócio? Então, considere se tornar um motorista do 99 ou Uber. Um trabalho de entrega pelo Ifood ou Uber Eats à noite também pode gerar dinheiro extra.

Claro, você terá que deixar de lado seu orgulho e desistir de algumas noites e fins de semana de inatividade. Mas isso é um pequeno sacrifício por dinheiro extra em seu bolso.

Venda o carro

Essa pode ser uma medida mais extrema, porém, necessária em alguns casos. Imagine como você poderia sair das dívidas bem mais rápido se você não precisasse mais se preocupar com os custos de um veículo, como manutenção e combustível.

Corte seus cartões de crédito

Outra medida mais radical, mas com um tremendo impacto no seu futuro financeiro. Sua “bola de neve” nunca vai acabar até que você aprenda a economizar e pare de fazer das dívidas um estilo de vida.

Seus primeiros investimentos

Agora que você se livrou das dívidas, pode finalmente começar a investir seu dinheiro em alguma aplicação que vai ajudá-lo a conquistar o futuro financeiro que você deseja.

Algumas boas sugestões para começar incluem:

  • Reserva de Emergência: Como o nome sugere, é uma reserva que vai garantir que sua rotina financeira continue fluindo mesmo durante imprevistos. O ideal é manter uma quantia suficiente para 3 a 6 meses de despesas da casa.
  • Tesouro Direto: Uma das primeiras indicações para os investidores de primeira viagem. Você “empresta” dinheiro para o Governo e recebe juros da operação.
  • Ações: É como se você estivesse comprando uma “parte” de alguma empresa.
  • FIIs: os Fundos de Investimento Imobiliários são uma forma de investir em imóveis sem necessariamente precisar fazer a compra física da propriedade.

Caso você deseje entender mais sobre os diversos tipos de aplicação, recomendamos a leitura deste artigo sobre os diversos tipos de aplicação financeira.

Elimine sua dívida e economize dinheiro para investir

Não importa o tipo de débito que você tenha, seja dívida de cartão de crédito, empréstimo pessoal, hipoteca, empréstimo de carro ou outra coisa …é importante saber que há uma saída. Pode não acontecer da noite para o dia, mas um futuro sem dívidas pode ser seu se você criar um plano e perseverar nele por tempo suficiente.

Não importa qual seja o plano, qualquer uma dessas estratégias pode ajudá-lo a sair das dívidas mais rapidamente. E quanto mais rápido você ficar livre de contas, mais rápido poderá começar a investir e a viver a vida que realmente deseja.

No entanto, lembre-se de que tudo o que você leu não vale nada, a menos que você aja.

POSTS RECENTES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MATÉRIAS RELACIONADAS

A Investindo Com Valor é um produto da VGR Asset, que tem como objetivo de fornecer serviços de administração e gestão de patrimônio de forma profissional e transparente, assim como participar do processo de gestão do patrimônio de nossos clientes, criando valor através do alinhamento entre a identificação de seu perfil e a maximização do retorno de seus ativos.

RECEBA DICAS E NOVIDADES POR E-MAIL