QUAL O SEU REAL
PERFIL DE
INVESTIDOR

QUAL O SEU REAL
PERFIL DE
INVESTIDOR

Faça o teste gratuito e invista com a gente

À flor da pele

Numa dessas semanas bicudas do coronavírus, um gestor de fundos desabafou: “Não aguento mais cliente mentiroso.” Ele se referia, claro, àqueles clientes que lhe haviam jurado serem investidores a longo prazo, praticamente indiferentes às variações temporárias dos ativos. Todos garantiam ter aprendido a repetida lição de Warren Buffet e sabiam que valor é algo que se preserva para sempre. Todos, isto é, exceto aqueles que nos momentos de crise subitamente se transformavam em feras.

“Eu queria vender e você não deixou!” esbravejara um. “Vocês só pensam nas suas comissões,” acusara outro. “Você nunca me disse que isso podia acontecer,” recriminava o terceiro. Pelo visto, aquele formulário para o perfil de investidor havia sido preenchido sem muita convicção, ou, pior ainda, o cliente realmente sabia muito pouco sobre si mesmo.

O que leva uma pessoa a mudar tão radicalmente seu ponto de vista sobre investimentos? Resposta: uma crise de proporções inimagináveis. E vamos combinar: qualquer crise onde os preços das ações despencam 20, 30 ou 50 por cento é inimaginável por si só, ou no mínimo fora de qualquer previsão dos investidores quando tomam a decisão de comprar.

Então não é de se estranhar que tanta gente tenha tido um comportamento tão diferente do ideal, que é a cabeça fria, a calma diante de eventos temporários diante da certeza de lucros a longo prazo e a confiança nas consagradas teses sobre o valor das empresas. Em tempos de crise, é o medo de perder que aflora, e a sensação de perda é multiplicada pelo número de vezes que o investidor consulta o valor de sua carteira — e esse número cresce proporcionalmente ao tamanho das manchetes nos jornais.

Em resumo, não é o cliente que errou quando assinou aquele questionário e se mostrou qualificado como investidor em renda variável. Não é que ele mudou sua personalidade depois que a direção do mercado passou a ir contra ele. O simples fato é que faltou a pergunta principal: como é que você reage emocionalmente a variações significativas no resultado previsto?

A resposta não é tão fácil. Primeiro, porque nem sempre o investidor tem um ponto de referência. Talvez ele nunca tenha passado por uma experiência dessas. Segundo, porque as pessoas mudam e sua reação diante de ganhos ou perdas também. E mais: o momento em que essa reação será testada pode ser diferente de tudo que ele já encarou na vida.

Por isso, e por outros motivos mais, é que um bom entendimento de finanças comportamentais se tornou essencial neste momento. Nunca foi tão importante analisar a relação entre a psicologia do investidor e suas decisões financeiras. Mais precisamente, nunca foi tão importante o autoconhecimento e o quanto as características de cada um acabam influenciando sua atitude diante de situações de crise no mercado financeiro.

Uma sugestão para você: além de preencher os questionários sobre seu perfil, faça também o teste completo da Investindo com Valor e tenha uma melhor ideia sobre sua atitude diante do risco. No mínimo, você conseguirá entender o que move suas decisões além dos números.

POSTS RECENTES

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MATÉRIAS RELACIONADAS

A Investindo Com Valor é um produto da VGR Asset, que tem como objetivo de fornecer serviços de administração e gestão de patrimônio de forma profissional e transparente, assim como participar do processo de gestão do patrimônio de nossos clientes, criando valor através do alinhamento entre a identificação de seu perfil e a maximização do retorno de seus ativos.

RECEBA DICAS E NOVIDADES POR E-MAIL